China usa “Big Brother” da vida real para controlar a Pandemia

O governo chinês, na luta contra a pandemia de Covid-19, recolhe dados através dos telemóveis, redes sociais, e de câmaras de vigilância, para controlar o que fazem os cidadãos. Os dados recolhidos são depois processados, através de um sistema central do governo.

Aos cidadãos é atribuída uma cor: verde, amarelo e vermelho. Cada uma dessas cores tem limitações, por exemplo apenas quem te a cor verde pode conduzir. A aplicação permite ao governo saber o que fazem os cidadãos, cada um dos cidadãos…o que faz, com quem esteve, o que disse, para onde foi, o que comprou…etc…

Os perigos deste tipo de tecnologia já foram documentados em inúmeros livros e filmes de ficção científica, que nunca acabaram bem…

O romance de George Orwell “1984”, escrito em 1948 é um claro exemplo do que se está a passar agora na China, nele, Orwell escreveu uma ficção sobre o futuro da humanidade controlada por um “Grande Irmão” omnipresente, onde todos os gestos são vigiados por um ecrã, e os cidadãos constantemente lembrados da frase de propaganda do Estado: “O Grande Irmão zela por ti” ou “o Grande Irmão está a observar-te”.

Torna-se agora difícil distinguir na China, a ficção da realidade. A pandemia da Covid-19 permitiu ao governo implementar essas medidas naquele país, sem que houvesse contestação da população.

Um jornalista inglês constatou tudo isso em Xangai:

FONTEtvi24.iol.pt
COMPARTILHAR