Governo “avisado”: Ponte 25 de Abril pode ser bloqueada no início da greve

O Governo foi alertado para a possibilidade de no dia 12 de agosto, além da greve dos motoristas, o país ser confrontado com um bloqueio da ponte 25 de Abril e uma marcha lenta nas autoestradas que ligam Lisboa ao Porto (A1) e Lisboa ao Algarve (A2), avança o ECO. Uma acção conjunta dos motoristas de matérias perigosas e do movimento dos coletes amarelos.

Queres ganhar 130€? É simples, só tens de aceder este >> LINK <<

O aviso foi dado na manhã de terça-feira na reunião semanal do Centro de Coordenação Operacional Nacional, que decorreu na Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), em Carnaxide.

Nas redes sociais, o movimento dos coletes amarelos já deu as coordenadas para a acção de protesto. Os pontos de encontro são no McDonald’s de Corroios e no Parque Intermodal Malveira às oito da manhã para iniciar a marcha lenta às 9h30 e chegar à Assembleia da República às 11 da manhã de segunda-feira.

Os mesmos coletes amarelos que não puderam contar com o apoio dos camionistas, apelam agora à adesão de todos para “reforçar a greve dos camionistas”, “por melhores condições de trabalho” para os bombeiros, “em protesto contra a corrupção nacional” e ainda “contra o aumento do preço dos combustíveis”.

Os sindicatos, que avançaram com um pré-aviso de greve, criticaram fortemente a decisão do Executivo em avançar com serviços mínimos que oscilam entre os 50% e os 100%. Perante o grau de exigência destes serviços é expectável que os efeitos da greve sejam muito menores face ao antecipado pelos sindicatos de motoristas, e ponderam portanto avançar para medidas mais “drásticas”.

FONTEeco.sapo.pt
COMPARTILHAR