Chegou a pílula contraceptiva para homens!

Os homens agora também têm a opção de tomar um contraceptivo oral, a responsabilidade deixa de ser só da mulher! Pode ser a solução para quem diz que “com pres3rvativo não sente o mesmo”. Os contraceptivos orais masculinos podem ser uma realidade.

Queres ganhar 130€? É simples, só tens de aceder este >> LINK <<

Numa reunião da Sociedade de Endocrinologistas em Chicago, EUA, foi apresentado um estudo sobre um contraceptivo oral para homens que poderia ser seguro e eficaz.

Os contraceptivos orais masculinos rapidamente se tornarão uma realidade

Para os homens os métodos contraceptivos são limitados a pres3rvativos, mas uma pílula que já está na sua fase de desenvolvimento poderia ajudar com um método secundário que iria apoiá-los com responsabilidade e deixaria aberta a possibilidade de desfrutar de uma relação mais agradável com mais sensibilidade.

Actualmente, existem cerca de 15 métodos contraceptivos com eficácia comprovada, dos quais 85% foram projectados para mulheres.

Pesquisadores da Universidade de Washington (Seattle) durante a reunião anual da Sociedade de Endocrinologistas deste ano apresentou o seu progresso no desenvolvimento da pílula anticoncepcional para homens, chamado Dimethandrolone undecanoate ou DMAU; Toma-se da mesma maneira que contraceptivos femininos, oralmente, uma vez por dia.

Esta é a segunda apresentação do DMAU, que em 2016 foi retirado por apresentar desconforto hepático secundário aos participantes do estudo.

No estudo mais recente envolveu 100 homens com idades entre 18 a 50 anos, dos quais desertaram 13. Com uma dose diária de 400 mg em cada comprimido, os participantes mostraram uma diminuição nos níveis de testosterona e mais duas hormonas que são responsáveis pela produção de esp3rmatozó1des.

A pílula não deixou nenhum deles infértil, após dois dias de paragem, os níveis hormonais de todos os participantes voltaram ao normal. DMAU passou a sua fase inicial com sucesso e agora será testado num grupo de homens em relacionamentos de longo prazo e casados.

Mas a pergunta permanece: tomariam eles uma pílula anticoncepcional cuja única função é prevenir a gravidez? Eu quero pensar que há mais e mais homens responsáveis que diriam sim.

VIAenteratedealgo
FONTEvamosportugal.com
COMPARTILHAR