Homem foi sequestrado por 3 mulheres e forçado a fazer “o amor” durante 9 dias

As 3 mulheres obrigaram o homem a praticar “o amor” com elas, repetidamente, durante 9 dias! Um homem cuja identidade e idade não foram revelados pelas autoridades locais para preservar a sua privacidade, foi sequestrado e vítima de vi0lência s3xual durante nove dias.

Queres ganhar 130€? É simples, só tens de aceder este >> LINK <<

O caso insólito aconteceu na cidade de Chelston, na Zâmbia, país da África austral e está a ter repercussão no mundo inteiro. Segundo informações das autoridades, o homem foi sequestrado e forçado a diversas práticas “do amor” por três mulheres que se encontravam no país “a trabalhar” de forma i1egal(apenas com vistos de turistas), durante um período de nove dias, dia e noite.

Uma pessoa próxima da vítima informou o portal de notícias “Zambian Watch”, que familiares e colegas de trabalho começaram a ficar preocupados quando a vítima não apareceu para trabalhar durante mais de uma semana sem informar ninguém.

“Decidimos começar a procurá-lo porque ficamos preocupados depois de perceber que o nosso colega estava ausente do trabalho há mais de uma semana. Fomos até um pequeno mercado que ele costumava frequentar. A sua mãe viajou desde a cidade de Chongwe para acompanhar o caso, depois de saber que o seu filho tinha desaparecido. As pessoas no mercado disseram que o tinham visto pela última vez com as três prost1tutas”, disse a fonte, sob condição de ficar em anonimato.

Segundo a mesma fonte, os familiares foram até à casa onde se sabia que as mulheres “trabalhavam”, e ao chegarem à residência, uma das acusadas teria mentido, dizendo que nem ela e nem as suas amigas teriam visto a vítima. Sem certezas, e porque não podiam fazer mais nada, os familiares deslocaram-se à esquadra da polícia de Chelston, onde registraram um boletim de ocorrência.

Ainda de acordo com a fonte, os familiares resolveram regressar à casa das mulheres, só que desta vez uma outra mulher saiu e resolveu contar a verdade, ela confirmou que o homem estava de facto dentro da residência.

A família então informou a polícia, e quando a polícia chegou ao local, as três mulheres foram presas e encaminhadas para esquadra local e o homem foi finalmente liberto da tormenta, e relatou, lavado em lágrimas, que as acusadas obrigaram-no a fazer “o amor” repetidamente, dia e noite, durante os nove dias que ficou retido contra sua vontade.

FONTEodianoticia.com
COMPARTILHAR